Arquivos de Tag: gramática

Clube de Português

O Clube foi uma ideia que me ocorreu ao ver o mesmo esquema adotado por artistas que vendem clipart e está se tornando um grande sucesso. Um repórter de muito sucesso na TV, que era sempre chamado para resolver “questões insolúveis” sempre terminava seu programa dizendo “se está bem para ambas as partes…”

É o que acontece com o nosso clube, para fazer parte o que você precisa é afiliar-se e todos os meses receberá apostilas e/ou jogos em PowerPoint que o ajudarão em suas aulas de português. As apostilas são criadas para alunos brasileiros e estrangeiros, em diversos estágios de aprendizado.

Além de receberem material novo sem terem que ficar procurando-o, e a preço muito menor do que o usado em sua comercialização, os sócios também recebem descontos especiais em suas compras nas lojas virtuais.

Material enviado em outubro de 2013

Acentuação gráfica: apresentação em PowerPoint com regras e diversos exemplos (nova ortografia); apostila do aluno com diversos exercícios para memorização; apostila do professor com respostas.

Vícios de linguagem: apresentação em PowerPoint com explicação e exemplos; 5 apostilas (12 páginas) com exercícios para os alunos auxiliando na memorização e respostas para o professor.

Interpretação e Produção de Textos – ENEM: apostila com 4 páginas, diversos exercícios de interpretação e escrita sobre textos e imagens.

POE 1 – Prática Oral e Escrita – presente – verbos regulares: apostila com 7 páginas contendo diversos exercícios de escrita com correção oral, com prática de verbos regulares no presente do indicativo; respostas e sugestões para o professor. Para os professores de PLE o áudio estará disponível em breve, e será enviado gratuitamente aos sócios do Clube em novembro.

A primeira remessa de novembro já foi enviada (correção de erros) e ainda esta semana será enviada a segunda.

Como ficar sócio do clube

Se você é professor de português e quer receber mensalmente os lotes de apostilas destinados à prática de nosso idioma, veja abaixo os temas trabalhados:

Gramática: morfologia, sintaxe, semântica, fonética (especial atenção para usos de tempos verbais, conjugação de verbos, colocação pronominal, apresentações e jogos em PowerPoint – com áudio).

Vocabulário: expressões idiomáticas, gíria, linguagem padrão e linguagem coloquial.

Interpretação: textos (notícias, crônicas, piadas), imagens, vídeos.

Escrita: redação, técnicas de redação, produção de textos.

Literatura: brasileira e portuguesa.

Se você está interessado, saiba mais usando o link abaixo  e junte-se a nós:

CLUBE DE PORTUGUÊS 

Apostilas e jogos interativos em PowerPoint para o ensino e prática de idiomas – inglês – espanhol – alemão – francês – português (inclusive PLE). Se mora no Brasil visite SOS Idiomas; se mora no exterior visite: Digital Goods. Entrega imediata por download.

Zailda Coirano

Anúncios

Material didático

passé composé de silviaDesde o mês de abril disponibilizo as apostilas que preparo para meus alunos na Loja Virtual. Como leciono inglês, espanhol e português para estrangeiros, até agora havia 5 seções na loja:

Apostilas de inglês

Apostilas de espanhol

Apostilas de português para brasileiros (interpretação de textos)

Apostilas de português para estrangeiros

Clipart (desenhadas por JãoZão)

A partir deste mês, após algumas semanas de negociação com a professora Silvia Lefèvre, contamos também com uma seção de apostilas de francês e 2 apostilas já foram colocadas à disposição: uma de gramática (passé composé) com 15 páginas e diversas atividades e uma de vocabulário (fruits et lègumes) com 20 páginas e diversas atividades e jogos para praticar o tópico.

As apostilas de francês foram preparadas pela professora Silvia, que além de francês também leciona inglês e alemão. Também serão disponibilizadas apostilas escritas por mim em inglês traduzidas por ela para o francês e alemão, além de outras apostilas da autoria dela em inglês, francês e alemão.

Espero com isso facilitar a vida também dos colegas que lecionam alemão e francês, da mesma forma como já fazemos com os professores de inglês, português e espanhol.

Rodapé blog (bege)

Inglês Tupiniquim

Tenho alguns blogs para divulgar trabalhos de inglês e explicar os tópicos mais difíceis, mas há algum tempo percebi que nem todos os alunos conseguem entender explicações em inglês, então criei esse blog com as explicações em português. Além do blog há também um grupo Google, no qual você pode se cadastrar e receber atualizações mensais e sobre os tópicos em inglês.

No blog partilho os trabalhos em inglês com explicações em português, para alunos que ainda estão começando e por isso têm dificuldades para entender se a apostila estiver toda em inglês.

Abaixo seguem os links do blog e do grupo Google.

Visite o grupo: Inglês Tupiniquim

Para saber mais sobre o grupo e fazer download de apostilas: Inglês Tupiniquim

Leia também: A paranóia da internet


Torne a aula mais alegre

Dou aulas de inglês e espanhol há mais de onze anos e há 2 introduzi as brincadeiras e jogos em sala e o resultado tem sido o mais animador possível. Mudei totalmente minha forma de ensinar e a cada semestre mais e mais vou criando, sempre com o intuito de facilitar ao máximo o aprendizado dos alunos e torná-lo o mais agradável e atraente possível.

Sempre que tenho muito vocabulário eu o introduzo primeiramente com um pictionary, preparando uma página colorida com as figuras que irão aprender. Apresento também um jogo, seja um jogo da memória ou dominó para trabalhar o vocabulário novo. Caso haja muitos conceitos abstratos (como acontece frequentemente nas turmas de inglês e espanhol avançados) eu incluo também uma lista de vocabulário, com as definições no próprio idioma e algumas atividades para que se familiarizem com o vocabulário antes de iniciar a lição propriamente dita. Uso também algumas atividades orais, como um conversation board game, por exemplo.

Depois passo à lição propriamente dita, da forma tradicional conforme o método utilizado em minha escola. Percebo que a aula flui facilmente após as atividades preliminares, pois os alunos já sentem-se seguros com o novo vocabulário. Após a lição há a gramática, e também apresento a eles algumas atividades (sempre coloridas e alegres) para que utilizem a gramática ensinada. Gosto muito dos board games, dos conversation cards e meus alunos também adoram, ficam esperando o momento de usá-los.

Quando tenho assuntos mais ou menos complicados, costumo trabalhar essas atividades em grupos pequenos (4 ou 5 alunos) ou em pares – que eu escolho, tomando o cuidado de colocar alunos com mais dificuldades em grupos mais fortes para que se beneficiem do desempenho deles. Depois de terminada a lição preparo também algum jogo ou dinâmica (tipo odd one out ou find someone who…) e posto jogos online (quizzes, games, crosswords e wordsearches) para que façam quando chegarem em casa.

Tenho também um site e um blog onde coloco vídeos, fotos, músicas e trechos de filmes que contenham o vocabulário ou gramática ensinadas. Tenho um projeto que estou introduzindo agora mas que só poderei utilizar totalmente no semestre que vem, usando músicas para trabalhar e reforçar vocabulário & gramática. Já tenho uma lista de músicas que contém tópicos gramaticais e vocabulário mas só poderei criar os trabalhos em cima das letras, baixar os mp3 e vídeos para gravar em DVD e catalogar tudo nas férias. Criei um blog para compartilhar o resultado desse trabalho com vocês, em breve colocarei o link na barra lateral.

Também pretendo criar nas férias de julho um outro blog para trabalhar com idéias para ensinar determinados tópicos gramaticais ou vocabulário, destinado a professores de inglês. Espero que já esteja pronto para começar a postar no início de agosto.

Depois de dada a lição os alunos têm uma semana para entregar a lição de casa referente a ele, costumo premiar os alunos que obtém 90% ou mais de aproveitamente com adesivos que colo nas mesmas e que eu mesma faço no word, depois imprimo em folhas destinadas a etiquetas (utilizo aquelas que têm uma folha simples, sem cortes de etiquetas). Os alunos que têm entre 50 e 60% de aproveitamento também recebem uma etiqueta, mas essa para refazer a lição depois de estudar de novo. Aqueles que têm um rendimento abaixo de 50% eu já chamo para marcar uma aula de monitoria de meia hora para trabalhar melhor o assunto.

A aula de monitoria é de meia hora e sempre preparo alguma atividade para trabalhar as dificuldades específicas que o aluno demonstrou ao fazer sua lição. A aula é individual e a partir da primeira vejo se haverá necessidade de um acompanhamento individual do aluno. Em caso afirmativo, faço uma carteirinha e marco aulas de monitoria semanais até o final do semestre. Sempre aviso os pais dos alunos acompanhados individualmente que seu filho terá que entregar todas as atividades em dia ou eu cancelarei as aulas posteriores.

Alunos de curso intermediário e avançado que estão em acompanhamento, faço na primeira aula de monitoria uma avaliação completa para verificar se os problemas que o aluno apresenta são apenas nessa lição ou se são resultado de alguma deficiência em livros anteriores. Tenho uma ficha para fazer essa avaliação, onde estabeleço as dificuldades orais e escritas do aluno e o que será trabalhado nas aulas posteriores e também como será trabalhado.

A cada semestre eu crio novos mecanismos de ajuda ao aluno que tem dificuldades, mas não sou muito condescendente com alunos preguiçosos. Alunos que não entregam atividades em dia e que sempre têm desculpas esfarrapadas eu tomo atitudes mais severas, ligo para os pais e junto com eles faço um acompanhamento com reuniões mensais e conversas semanais por telefone.

Aceito sugestões e responderei a todas as perguntas através dos comentários.

Zailda Coirano

Leia também: Reunião de pais – uma ajuda extra

Use música para ensinar idiomas

A música pode ensinar, revisar ou introduzir vocabulário e gramática.

A música pode ensinar, revisar ou introduzir vocabulário e gramática.

A maioria das pessoas gosta de música e se você tem uma classe de adolescentes que tem problemas de motivação e atenção, com certeza a música será um caminho mais curto e fácil para atingir o objetivo de ensinar um idioma.

Alguns colegas costumam usar música aleatoriamente, apenas para satisfazer os alunos ou para encher o tempo, o que eu acho um desperdício porque se trabalhadas adequadamente as músicas são um filão inesgotável de novas idéias e recursos para ensinar, com a vantagem de por si sós já prenderem a atenção dos alunos.

Depois que descobri que mais da metade dos meus alunos estão fazendo curso de inglês para entender as letras das músicas que curtem, ficou fácil descobrir uma forma de prender a atenção deles. Naturalmente que cada um de nós tem um calendário a cumprir e muita informação a passar, mas essa aula pode ser usada para reforçar alguma matéria, revisar o que será exigido na prova ou para introduzir assuntos novos.

Tenho alguns colegas que sempre iniciam uma lição nova com uma música e obtêm resultados excelentes, prometo que em breve vou disponibilizar aqui alguns lessons plans iniciando lições novas com músicas.

Na verdade o que nos importa mais é a letra, que nos levará a trabalhar vocabulário, conversação, gramática ou leitura. Sim, dá para fazer tudo isso com música, e é claro que também melhorando a compreensão auditiva dos alunos – e sem fazer muita força.

Como escolher uma música

Para se adaptar perfeitamente ao que você está ensinando, quer rever, reforçar ou introduzir, a primeira providência é escolher cuidadosamente que música usar. Eu particularmente uso um método simples: vou a um site como o Vagalume (ou outro que forneça letras de músicas), e faço uma busca usando “trecho”. Digito duas ou três palavras do que estou procurando (como por exemplo: “I wish”). Logo vão aparecer dezenas ou centenas de músicas e você pode ir filtrando. No caso de minha busca eu digitei isso porque quero trabalhar com “wish-clauses”.

Você vai então escolher dentre as dezenas que aparecerem aquelas que têm o que você quer. Vá então à letra completa, geralmente há um vídeo para ouvir, se não houver entre no YouTube e digite o nome da música na busca, é quase certo que vai achar. Se não achar, esqueça. Sinal de que não é muito conhecida.

Vá ouvindo e procurando até achar aquela que mais agrada. Para baixar a música, entre em sites que permitam fazer downloads como o 4Shared (há milhares de boas músicas lá, basta fazer uma busca detalhada) ou fazendo buscas no Google. Você também pode fazer o download do vídeo do YouTube, depois converter e gravar um CD.

Se você tem um compartilhador de arquivos fica mais fácil, se não tem e quer baixar, recomendo o Emule ou Shareaza. Aí é só dar uma busca e pedir para fazer download, em poucos minutos ela já estará no seu computador.

Como usar

Há diversas formas de usar uma música, em primeiro lugar procure fazer um texto atraente, cole fotos do cantor, símbolos de música, etc. Comece conquistando o aluno pelo visual do seu trabalho. Em segundo lugar, não coloque apenas a letra. Faça gap filling, troque palavras de lugar, faça unscrumble, wordsearchs, crosswords. Crie exercícios de gramática, vocabulário, fonética. No site Lesson Writer você se registra em poucos segundos, copia e cola um texto ou uma letra de música em inglês e em poucos segundos o site cria automáticamente vários exercícios diferentes.

O site sugere exercícios de gramática, vocabulário, fonética, compreensão de texto, etc. Você escolhe o que quer e configura para imprimir. Você também pode adicionar umas palavras cruzadas ou wordsearch (que eles adoram) e já tem material para pelo menos 1 hora de diversão e aprendizado.

Leia também: Cenas de filme em sala de aula

%d blogueiros gostam disto: