Arquivos de Tag: apostilas

Clube de Português

O Clube foi uma ideia que me ocorreu ao ver o mesmo esquema adotado por artistas que vendem clipart e está se tornando um grande sucesso. Um repórter de muito sucesso na TV, que era sempre chamado para resolver “questões insolúveis” sempre terminava seu programa dizendo “se está bem para ambas as partes…”

É o que acontece com o nosso clube, para fazer parte o que você precisa é afiliar-se e todos os meses receberá apostilas e/ou jogos em PowerPoint que o ajudarão em suas aulas de português. As apostilas são criadas para alunos brasileiros e estrangeiros, em diversos estágios de aprendizado.

Além de receberem material novo sem terem que ficar procurando-o, e a preço muito menor do que o usado em sua comercialização, os sócios também recebem descontos especiais em suas compras nas lojas virtuais.

Material enviado em outubro de 2013

Acentuação gráfica: apresentação em PowerPoint com regras e diversos exemplos (nova ortografia); apostila do aluno com diversos exercícios para memorização; apostila do professor com respostas.

Vícios de linguagem: apresentação em PowerPoint com explicação e exemplos; 5 apostilas (12 páginas) com exercícios para os alunos auxiliando na memorização e respostas para o professor.

Interpretação e Produção de Textos – ENEM: apostila com 4 páginas, diversos exercícios de interpretação e escrita sobre textos e imagens.

POE 1 – Prática Oral e Escrita – presente – verbos regulares: apostila com 7 páginas contendo diversos exercícios de escrita com correção oral, com prática de verbos regulares no presente do indicativo; respostas e sugestões para o professor. Para os professores de PLE o áudio estará disponível em breve, e será enviado gratuitamente aos sócios do Clube em novembro.

A primeira remessa de novembro já foi enviada (correção de erros) e ainda esta semana será enviada a segunda.

Como ficar sócio do clube

Se você é professor de português e quer receber mensalmente os lotes de apostilas destinados à prática de nosso idioma, veja abaixo os temas trabalhados:

Gramática: morfologia, sintaxe, semântica, fonética (especial atenção para usos de tempos verbais, conjugação de verbos, colocação pronominal, apresentações e jogos em PowerPoint – com áudio).

Vocabulário: expressões idiomáticas, gíria, linguagem padrão e linguagem coloquial.

Interpretação: textos (notícias, crônicas, piadas), imagens, vídeos.

Escrita: redação, técnicas de redação, produção de textos.

Literatura: brasileira e portuguesa.

Se você está interessado, saiba mais usando o link abaixo  e junte-se a nós:

CLUBE DE PORTUGUÊS 

Apostilas e jogos interativos em PowerPoint para o ensino e prática de idiomas – inglês – espanhol – alemão – francês – português (inclusive PLE). Se mora no Brasil visite SOS Idiomas; se mora no exterior visite: Digital Goods. Entrega imediata por download.

Zailda Coirano

Exercícios para os alunos

tenses review 2 capaQuando comecei a dar aulas logo percebi que além dos livros eu teria também que providenciar exercícios extras, porque nem todos aprendem no mesmo ritmo, e alguns precisam de mais prática para fixar a matéria, seja na forma oral ou na escrita.

Comecei a procurar então exercícios em livros, mais tarde comecei a prepará-los eu mesma. São já 14 anos preparando meu próprio material e compartilhando-o com os colegas em diversos sites, blogs, grupos e até em duas lojas virtuais.

Que tipo de material escolher

O que me deixava embatucada no início era saber exatamente qual material escolher para cada situação, e com o tempo acabei criando um “esqueminha” que agora divido aqui com vocês. Como funciona para mim, acredito que deva também funcionar com os colegas, ou talvez queiram testar ou considerar a respeito.

Introduções

Quando eu introduzia algum tópico novo já me vinha logo aquela tentação que só podia ser inspiração do capeta de encher de exercícios complicados, pois eu achava que quanto mais difícil, mais os alunos se empenhariam, raciocinariam a respeito e aprenderiam mais. Ledo engano! Logo percebi que os exercícios introdutórios devem ser bem fáceis e intuitivos, já que a matéria é nova e o aluno ainda não está totalmente familiarizado com ela.

Quanto mais fácil e repetitiva for, melhor. Se for muito dífícil o aluno erra bastante (ou vem com aquela velha conversa do “não consegui fazer”). Isto tudo porque o que fazemos com dificuldade e insegurança nos conduz à frustração, e o ser humano tem a tendência inata de fugir da frustração. Então ou ele faz com muitos erros ou simplesmente não faz.

Se faz com erros acaba praticando o que é errado e assim vai assimilando cada vez mais o errado e fixando cada vez mais o que é incorreto. Resultado: será cada vez mais difícil convencê-lo de que é errado escrever “he does went”, porque ele escreveu isso várias vezes na sua apostila, então isso vai ficar cada vez mais arraigado e mais difícil de abandonar.

Então quando dou matéria nova preparo exercícios repetitivos (sem serem chatos) e jogos onde o aluno terá a oportunidade de descobrir o que tem que fazer de forma intuitiva (sem ter que queimar os neurônios para descobrir como faz) e assim irá aos poucos abandonando os “he does went” da vida.

Fixação

Para fixar o que já foi ensinado, nada melhor do que um contexto diferente: uma música, um texto curto, um vídeo, um episódio de um seriado e depois alguns exercícios de gramática do tipo: “complete com going to para explicar o que os personagens vão fazer neste episódio”. E uma fileira de frases para completar, tomando o cuidado de colocar negativas, afirmativas e interrogativas (para que o aluno responda) e assim além da gramática checar também a compreensão do vídeo, texto ou o que tenha sido mostrado ou apresentado.

Revisões

Quando faço uma revisão incluo aqueles exercícios de repetição, que são fáceis e blá-blá-blá que o aluno vai conseguir fazer com o pé nas costas e depois de apresentar dois ou três tópicos alguns exercícios “misturados”, onde ele terá que escolher entre os dois ou três tópicos ensinados. Se forem distinções muito complexas, introduzir aos poucos.

Por exemplo, ao fazer exercícios para distinguir entre Simple Past e Present Perfect, coloque um uso para cada exercício, senão o aluno poderá ficar mais confuso depois de fazer do que antes.

Então, use um exercício com tempo determinado e indeterminado; um exercício com ações que já terminaram e ações em progresso; um exercício com uma ação / várias ações no passado e assim por diante.

Não adianta colocar tudo já de cara no primeiro exercício porque fica muito complicado, aí vem a frustração, e aí você já sabe…

Provas

É interessante nas provas utilizar alguns exercícios que os alunos já fizeram em classe ou em casa e com os quais já estejam familiarizados. A prova existe para avaliar o quanto foi aprendido e não para deixar os alunos de cabelo em pé. Devem variar entre “fácil” e “moderado”, deixe os muito difíceis para os vestibulares da vida. Só use coisa muito complicada mesmo em cursos preparatórios, mas apenas em testes que não valem nota, só para que se familiarizem com o que terão que fazer. Por enquanto, o melhor é descobrir o que eles sabem e não mostrar a eles o quanto é difícil aprender. Mesmo porque o nosso objetivo é valorizar o que foi aprendido e não apontar milhões de falhas na correção.

Espero que este texto ajude e que o faça pensar um pouco a respeito do que pretende quando dá exercícios, revisões e provas para seus alunos.

Caso queira visitar minha loja virtual, lá encontrará material preparado para alunos de inglês, espanhol, português (inclusive PLE – estrangeiros), francês, alemão e outras matérias. Sempre pensando em valorizar a prática e espantar de vez a frustração.

Apostilas e jogos interativos em PowerPoint para o ensino e prática de idiomas – inglês – espanhol – alemão – francês – português (inclusive PLE). Se mora no Brasil visite SOS Idiomas; se mora no exterior visite: Digital Goods. Entrega imediata por download.

Zailda Coirano

Games

Capa Boardgames 1Se você é professor de inglês sabe da dificuldade de manter os alunos interessados, sem que a aula caia naquele marasmo das listas de palavras para traduzir. Aquilo é o fim da picada, não há quem consiga ficar acordado…

Também sabe que mesmo não contando com o “entusiasmo” dos alunos, temos um cronograma a cumprir e mesmo que aos trancos e barrancos ele tem que ser levado a cabo.

Pare por aí. Se você concordou com tudo até agora, alguma coisa está errada. A aula de inglês não tem que ser  chata. Os alunos não precisam  ser dispersos e desinteresssados. O cronograma não deve ser um fardo pesado atado às nossas costas.

Aulas interessantes e atrativas

O que torna a aula atrativa? Há duas fases em nossas aulas: quando passamos a informação e quando fornecemos a prática para que o aprendizado se processe. Em ambas as fases há formas de conseguir conquistar o interesse e o envolvimento dos alunos, tornando a aula de inglês um momento agradável que eles esperam com ansiedade.

Passando informação

A aula deve ser descentralizada, ou seja: em vez de focar no professor, ela deve ser focada nos alunos. Em vez de longas e tediosas explicações, preleções teóricas cansativas, monólogos sem fim, que tal inserir perguntas, lançar desafios? Por que dar a resposta pronta? Deve-se conduzir o raciocínio dos alunos às respostas e para que cheguem a respostas, temos que formular perguntas. Essas perguntas os levarão à reflexão e essas, às conclusões.

Em vez de dizer: usamos o “present continuous” para descrever ações que estão acontecendo no momento em que se fala, por que não fazer perguntas? Que tal colocar algumas frases no presente e outras usando o “present continuous” e pedir aos alunos que descubram diferenças?

Que tal grifar palavras como “now”, “at the moment”, “always” e “every day” e colocar abaixo: “when”?

Que tal perguntar a eles when that happened? Is that an habit or is it happening just now? How do we describe actions in progress? E depois pedir a eles que façam frases descrevendo coisas que estão acontecendo agora?

Naturalmente que sua preparação de aula – com perguntas que estejam de acordo com a maturidade e vivência deles – é essencial.

Fornecendo prática

Depois de passar a informação (com perguntas e a participação direta dos alunos) precisamos fornecer prática, para que não esqueçam tudo e voltem com o cérebro zerado na próxima aula. Podemos preparar jogos, que serão muito bem-vindos. Podemos preparar apostilas que os contenham, ou que contenham atividades variadas e divertidas, que serão um desafio e um prazer.

Os jogos nessa fase podem ser palavras cruzadas, exercícios de ligar frases com figuras, caça-palavras. Podemos trabalhar textos interessantes sobre assuntos de que eles gostam, com informações verdadeiras que terão prazer em desvendar. Para os jovens podemos usar o Orkut, o Facebook, programas de TV, informações sobre seus ídolos da música, letras das músicas, trechos de seus seriados favoritos. Para as crianças podemos usar histórias em quadrinhos, contos, textos curtos que descrevam aventuras de outras crianças. Para os adultos os temas como “mercado de trabalho”, “entrevista de emprego”, “como se sair bem em concursos” serão apreciados.

Podemos depois apresentar tabuleiros e praticar o que aprenderam com uma competição onde poderão descobrir quanto aprenderam e até ganhar alguns prêmios.

Leve dados, fichas, tabuleiros, pequenos prêmios (lapiseiras, adesivos, chocolate, balas…) para os vencedores. E não esqueça dos prêmios de consolação participação, eles são importantes para incentivar também quem ficou um pouco abaixo da média ou teve um pouco mais de dificuldade.

Como preparar?

Aqui nesse site mesmo você encontrará sugestões de atividades, e pode também encontrar lotes de apostilas com jogos e atividades diversas aqui. São lotes de apostilas (leia as descrições antes para ver se elas se encaixam ao que está ensinando) com atividades diversas, algumas são inteiramente de jogos para a aula de inglês, e há até um lote especial só com jogos de tabuleiro, para que seus alunos se divirtam competindo e ganhando (conhecimento e prêmios).

Estou também trabalhando no primeiro pacote de jogos interativos em PowerPoint, que deve ficar pronto até o final da semana. O primeiro lote será “What’s behind the wall?”, cada lote com 10 walls (cada um com uma figura escondida) + 250 cartões com perguntas. Esse primeiro lote irá trabalhar o tópico “furniture” (vocabulário) + who questions / comparatives / superlatives (gramática). Com ele você poderá promover uma festa, sugiro que leve alguns prêmios e fique de olho, deve estar pronto no final da semana.

Outros jogos virão, caso queira ser informado não se esqueça de se cadastrar no site.

Leia também: Apostilas para seu curso de inglês

Rodapé blog (bege)

Website

Loja Virtual

Facebook

Twitter

Material didático

passé composé de silviaDesde o mês de abril disponibilizo as apostilas que preparo para meus alunos na Loja Virtual. Como leciono inglês, espanhol e português para estrangeiros, até agora havia 5 seções na loja:

Apostilas de inglês

Apostilas de espanhol

Apostilas de português para brasileiros (interpretação de textos)

Apostilas de português para estrangeiros

Clipart (desenhadas por JãoZão)

A partir deste mês, após algumas semanas de negociação com a professora Silvia Lefèvre, contamos também com uma seção de apostilas de francês e 2 apostilas já foram colocadas à disposição: uma de gramática (passé composé) com 15 páginas e diversas atividades e uma de vocabulário (fruits et lègumes) com 20 páginas e diversas atividades e jogos para praticar o tópico.

As apostilas de francês foram preparadas pela professora Silvia, que além de francês também leciona inglês e alemão. Também serão disponibilizadas apostilas escritas por mim em inglês traduzidas por ela para o francês e alemão, além de outras apostilas da autoria dela em inglês, francês e alemão.

Espero com isso facilitar a vida também dos colegas que lecionam alemão e francês, da mesma forma como já fazemos com os professores de inglês, português e espanhol.

Rodapé blog (bege)

Material didático online

sos idiomas 5

Desde o mês de maio comecei a postar meus trabalhos de inglês, espanhol e português no site Conectando… mas à medida em que eu ia postando mais sentia que não estava bem organizado e visível, eram necessários vários passos para visualizar o material e efetuar a compra.

Com o aumento da procura comecei a ter dificuldades para gerenciar as vendas, após cada uma eu tinha que enviar o material por email e ocorriam alguns problemas, como email que cai na caixa de spam, caixas de entrada que não aceitavam acima de determinado tamanho (alguns lotes são bem pesados e eu tinha que dividir em dois ou três envios).

Dessa forma entendi que a melhor forma de atender tanto aos professores que necessitam do material quanto para que eu possa gerenciar de forma mais efetiva e rápida seria numa loja virtual, que está funcionando desde o final de semana passado.

Na loja é possível visualizar todos os produtos como eu explico nesse tutorial que você pode baixar aqui e a forma de comprar é bem simplificada.

Após o pagamento o professor recebe um email disponibilizando um link para download, dessa forma o processo de recebimento também é mais rápido.

Tanto a loja quanto o site para pagamento são do UOL, e isso também dá mais credibilidade aos produtos. O PagSeguro (site escolhido para os pagamentos) é um site onde você compra com tranquilidade e a certeza de que seus dados não serão expostos.

Fica o convite para visitar a loja, toda semana serão publicados novos lotes de apostilas, para manter-se em dia com as novidades inscreva-se por email, no Facebook, Twitter ou assine o informativo.

Rodapé blog (bege)

%d blogueiros gostam disto: