5 motivos para usar a internet no ensino

internetMuito se fala sobre os recursos da internet que podem ser usados para favorecer o ensino e facilitar o aprendizado, mas ainda há colegas que resistem bravamente e insistem que “preferem” usar mimeógrafo, não sabem mandar um email, não sabem ler um blog.

Não que isso seja algo que vá depor contra o profissional, mas é uma luta inglória – e já está perdida. Cansei de ouvir conversas de colegas na sala dos professores, sugerindo que disséssemos aos pais dos alunos para limitar os horários de seus filhos (nossos alunos) a algumas horas no final de semana, porque a internet é prejudicial (na opinião deles), “perigosa” e atrapalha os estudos.

Eu nem me atrevia a dizer nada porque desde que cheguei àquela escola e comecei a tentar inovações, usando a internet como forma de comunicação e aprendizado com meus alunos, percebi que era olhada de revés, como “aquela que fica inventando moda”. Na opinião deles eu estava tentando mudar uma coisa que já funcionava bem “há vários anos” e por isso não havia razão para mudar.

Infelizmente (para eles) o aluno de hoje é completamente diferente do aluno de duas décadas atrás e não há como “banir” a internet de suas vidas. Ou batemos de frente com a internet, competindo com ela (e perdemos feio), ou nos adequamos à realidade e tiramos partido das novas tecnologias.

A resposta ao novo é a resistência

Como avestruzes, esses professores que se recusam a “aceitar” a internet – como se a internet precisasse da aceitação de alguém para existir – estão negando o que está diante de seus narizes. A internet está incorporada às nossas vidas e a educação é uma das áreas que mais se utiliza dela: como fonte de recursos, contato, comunicação, e até socialização.

Se você ainda não “se rendeu” à internet e ainda não está utilizando-a para beneficiar seus alunos (e a você mesmo), seguem 5 bons motivos para repensar o assunto e – talvez – rever seus valores.

1) A internet é mais segura que estar na rua à noite – se você mora em uma grande cidade sabe que estou dizendo a verdade. Os riscos que uma grande cidade oferece para quem perambula por suas ruas à noite nunca desestimulou ninguém de frequentar escola, jantar num restaurante ou trabalhar durante à noite. O que se deve fazer – a exemplo do que ocorre nas grandes cidades – é tomar todas as precauções recomendadas para prevenir. Crianças devem ter seu uso à internet supervisionado pelos pais e o computador deve sempre estar protegido contra vírus e programas espiões que roubam senhas bancárias e de sites da internet.

2) A internet não tem fronteiras – quem mora em Santo Antônio das Argolinhas (cidade fictícia), ou onde o Judas perdeu as meias (as botas já tinha perdido quilômetros atrás) tem a maior dificuldade para deslocar-se para um grande centro e encontrar livros ou recursos para aperfeiçoar-se. Se encontra algum curso de pós ou de treinamento, via de regra é em alguma capital ou cidade grande, até mesmo em outro país. Na internet isso não acontece, não importa onde você mora ou se sua casa é no centro ou na vila. Os mesmos recursos que alguém acessa em Paris você pode acessar da sua cidade, com a mesma facilidade. Você pode assistir um simpósio ao vivo, mesmo se ele estiver acontecendo do outro lado do planeta.

3) A internet é a maior fonte de informação que conheço – Você quer saber sobre carros? Quer baixar uma aula de geografia? Quer detalhes sobre o clima? Fatos históricos? Bastam alguns cliques e tudo estará ao alcance dos seus dedos. Imagine o quanto você pode enriquecer sua aula e modernizar seus métodos de ensino tendo um “professor” como esse em casa, 24 horas por dia?

4) A ordem é compartilhar – Não são apenas fotos o que compartilhamos na internet: compartilhamos apostilas, jogos, livros, ideias, sugestões. Podemos debater com outros professores que moram em outro país. Recebemos sugestões e apostilas de colegas que estão a quilômetros de nós. Por que não usar esses recursos? Por que continuar batendo cabeça tentando encontrar soluções sem ajuda?

5) A internet é o meio de comunicação mais completo – Fora da sala de aula a internet é o meio mais completo de comunicação. Você pode escrever, falar, “ver” seu aluno. Pode enviar links, apostilas ou um vídeo feito por você. Pode postar um jogo, uma cruzadinha, uma adivinhação. E eles podem colaborar, podem também fazer muitas coisas na internet que não há tempo para fazer durante a aula.

Ainda não está convencido? A decisão é sua, se quer construir pontes ou muros entre você e seus alunos.

Leia também:

Blogs educativos – ensino pela internet

Ensinando pela internet

Miguxês – o que é isso?

Material didático:

Apostilas de português

Apostilas de espanhol

Apostilas de inglês

roxinha

Anúncios

Uma resposta

  1. […] 5 motivos para usar a internet no ensino […]

%d blogueiros gostam disto: