Favoreça a prática constante

“A prática leva à perfeição.” Quantas vezes você já ouviu essa frase? E não há como contestar, porque quanto mais fazermos algo, melhor o fazemos. O aluno não vai aprender simplesmente porque recebeu uma informação. Ele só irá aprender se praticar e usar o que precisa aprender.

Imagine um professor de natação. Se ele reunisse os alunos em volta da piscina e todos os dias discorresse sobre as técnicas e estilos de natação, como posicionar o corpo, os membros e a cabeça, como respirar e mergulhar, você acha que ao final de um mês de aulas puramente teóricas seus alunos já saberiam nadar?

O que faz com que o aprendizado se consolide é a repetição, mas não a repetição do mesmo discurso ou das mesmas palavras, mas a repetição da ação. Se um determinado aluno ainda não aprendeu o que os outros já dominam, isso significa que ele precisa de mais prática.

Muitas vezes os alunos sabem, mas não respondem corretamente ou dizem que não sabem apenas porque estão inseguros. A prática fará também com que tenham a segurança necessária para saberem o que devem responder.

Sempre inicio as explicações com perguntas:

O que você acha…?

Como você explica…?

O que acha que vai acontecer?

Qual a diferença…?

E assim vou colhendo respostas, sugerindo ideias e permitindo que eles tirem algumas conclusões. Dou exemplos, peço que criem exemplos, faço perguntas, peço que façam perguntas uns aos outros, faço jogos, crio competições. Só passo ao próximo tópico depois de ter praticado bastante e de sentir que já estão seguros quanto ao tópico anterior.

O cronograma tem que ser seguido, mas não posso criar um cronograma “abstrato”. Tenho que preparar meu cronograma levando em conta os dados reais, e o mais importante é que haja o aprendizado. Saber concentrar-me no que é mais importante e deixar que descubram os detalhes é de suma importância. Não há como eles saberem tudo de tudo. Eles têm que aprender o essencial de cada coisa e precisam de recursos para descobrirem o restante por conta própria.

E – sobretudo – fuja da “técnica do decorebas”. Fazer seus alunos decorarem uma lista de verbos não significa que saberão usá-los. Lembre-se que tudo que o aluno aprende tem um objetivo, deve ser capaz de usá-lo em algum momento. Se decoramos algo vamos saber recitar sempre que solicitado, mas jamais saberemos como empregar aquilo de forma prática.

Leia também: Preparação de aula


Uma resposta

  1. […] Favoreça a prática constante […]

%d blogueiros gostam disto: