Por quê o aluno sai da escola?

Pesquisas recentes em escolas particulares comprovam que as queixas mais frequentes dos pais que tiram seus filhos da escola são:

1) didática – a aula deve ser dada para o aluno e não para o professor. Nem sempre o professor que sabe mais é o que consegue transmitir mais. Todos já ouvimos dizer de um professor: “Ele sabe muito, mas é só para ele.” Não se trata aqui de quanto você sabe, mas de quanto consegue fazer com que seus alunos aprendem. Os alunos (como de resto os seres humanos de modo geral) tendem a fugir da frustração.

Se eles consideran algo muito difícil isso significa que as chances de fracasso e conseqüente frustração são grandes. Como defesa, a tendência deles é afastarem-se do que pode causar a frustração. No início esse “afastamento” é emocional (ruptura do vínculo com o professor), depois intelectual (desinteresse em aprender, respostas que demonstram indiferença com o aprendizado (“sei lá”), e depois passa ao afastamento físico, com faltas e atrasos cada vez mais constantes até a transferência para outra escola.

2) relacionamento inter-pessoal – todos querem ser notados, sentirem-se especiais. Um professor que dá simplesmente sua aula sem qualquer envolvimento com seus alunos ou interesse em suas ideias, que nunca parece se importar se estão aprendendo ou não, acaba criando um distanciamento que acabará se concretizando com um afastamento real. Há os professores que constroem pontes e os que constroem muros. De que tipo é você?

3) falta de motivação – aulas chatas cansam os alunos, que começam a reclamar e não querem ir à escola. Os pais colocam os filhos na escola porque:

– querem que estejam em um ambiente saudável enquanto estão trabalhando

– querem que se socializem e que tenham um bom relacionamento com crianças da mesma idade

– querem que os filhos tenham uma formação sólida que sirva como base para construírem sua carreira futura

Se o aluno não se adapta à escola os pais acabam chegando à conclusão que fizeram uma escolha errada e irão procurar outra escola que melhor se adapte às necessidades de seus filhos e às suas próprias.

Não se trata aqui de virarmos “companheiros de balada” de nossos alunos ou fazer com que cada aula pareça um show de circo. O meio-termo é sempre a medida do bom-senso e a cada passo que damos devemos sempre analisar os resultados e procurar sempre novos caminhos. Um interesse genuíno pelos alunos é muito mais importante que muitos salamaleques que não levam a nada.

Algumas medidas simples podem reverter mesmo situações complicadas:

Prepare suas aulas pensando nas necessidades, interesses e dificuldades de seus alunos. Uma aula bem preparada é meio caminho andado rumo ao sucesso.

Chame seus alunos pelo nome, tente conhecer seus interesses e gostos, use atividades que faça com que cada um use o que tem de melhor.

Programe várias atividades diferentes para que seus alunos possam descobrir, entender, praticar e rever os tópicos apresentados. Deixe que tirem conclusões, permita que procurem caminhos e valorize todos os avanços conseguidos. Aulas discursivas dão sono até em quem fala, imagine em quem tem que escutar.

Leia também: Estímulos ao aprendizado



Anúncios

2 Respostas

  1. Bom dia! Mais uma vez, quero parabenizá-la pelo seu ótimo trabalho! E gostaria de receber dicas sobre como tornar minhas aulas atrativas e motivadas para meus alunos. Gostaria que minhas aulas trouxessem sempre um bom segredo para a próxima aula, estimulando assim, o interesse e curiosidade dos mesmos. Tenho me empenhado para fazer um ótimo trabalho, mas, muitas vezes, me avaliando percebo que não tenho tido muitos avanços. Não sou uma professora muito criativa e acredito que este seja um fator negativo para minha atuação. Sou uma professora de Inglês, em início de carreira e gostaria que minhas aulas fossem mais voltadas para a conversação, dinâmicas, realidade do dia-a-dia, algo deste tipo. Se você puder me ajudar, por favor, estou aguardando um retorno!
    Muito Obrigada!

  2. Você tem tudo que um professor precisa! Estava exatamente “passeando” pra achar uma idéia sobre um tema que vou ministrar aos meus alunos amanhã. Amo ter novidades na manga, uma aula bem alegre, que não deixa ninguém desanimado, nem com vontade que termine logo.
    Parabéns!!!

%d blogueiros gostam disto: