A paranóia da internet

Claro que a internet oferece riscos e que devemos navegar com segurança, inspecionar o que nossos filhos vêem e fazem e sempre instruí-los a não se exporem demais. Mas se há incautos que acreditam em tudo que lêem e são presas fáceis de hackers e mal-intencionados de forma geral, também vejo crescer o número de “internautas paranóicos”.

São pessoas que acham que se publicarem uma foto de um filho ele fatalmente será seqüestrado ou será vítima de um pedófilo. Se publicarem sua própria foto num perfil ela será copiada e aparecerá em um vídeo altamente comprometedor. Que se informarem seu email a alguém todos os seus perfis serão clonados e sua vida se tornará um inferno. Que se clicarem em um link (qualquer link) seu computador será tomado por hackers, seu cartão de banco será clonado e todo seu dinheiro sumirá da noite para o dia.

Claro que a internet envolve riscos, mas não mais que o mundo, de forma geral. Precauções são necessárias, mas quando só vivemos preocupados com os riscos, deixamos de apreciar muita coisa boa e nos privamos de muitos benefícios.

Ah, – poderá dizer você – mas na internet todo mundo é anônimo, ninguém sabe quem é quem. E por acaso você sabe quem é quem quando está dentro de um ônibus? Por acaso o assaltante te informa o RG e CPF antes de te assaltar na rua?

Claro que não se deve mostrar tudo na internet, mas muitas coisas que podem acontecer, podem acontecer com qualquer um, até mesmo com quem nunca acessou a internet. Seu cartão de banco pode ser clonado mesmo que você nem saiba usar um computador. Uma criança pode ser vítima de um pedófilo até dentro de casa, a internet não inventou a pedofilia nem os assaltos. Eles podem acontecer também na vida real.

Prudência não faz mal mas quando ela se transforma em paranóia, estamos sempre só pensando nos riscos e não nos benefícios, só imaginando o que pode acontecer de ruim e não as vantagens que também pode trazer, estamos entrando numa rua de mão única que só nos trará mais e mais preocupações.

A sensatez me parece o caminho mais seguro, que nos fará usufruir dos benefícios com mais segurança mas não que abramos mão dos benefícios temendo coisas que podem jamais acontecer.

Anúncios

Uma resposta

  1. […] Leia também: A paranóia da internet […]

%d blogueiros gostam disto: