Decepção na primeira aula

Aluno desmotivado

Nós nos planejamos semanas antes da primeira aula do ano, preparamos atividades, criamos brincadeiras. Tudo para fazer com que os alunos reajam bem ao primeiro contato, entusiasmem-se e se empenhem para aprender. Mas e quando a primeira aula é uma decepção, você descobre que o nível dos alunos está bem abaixo do que você esperava e que não se lembram de praticamente nada do que deveriam ter aprendido no ano anterior? É um caso extremo mas sabemos que há classes nas quais o nível dos alunos está bem abaixo do que poderíamos esperar, ou que deveria ser.

Adaptando-se às necessidades dos alunos

Não se trata de reescrever o livro que terá que ensinar, mas algumas atividades extra visando não só fixar a matéria nova como também praticar e recordar o que foi perdido no ano anterior são bem-vindas e necessárias. Os alunos sabem que estão deixando a desejar, eles sentem sua própria dificuldade ao lidar com a matéria já vista, e isso faz com que se retraiam e sintam-se inseguros. Dando a eles a oportunidade de praticar a matéria anterior enquanto fixam a matéria nova é também dar-lhes uma oportunidade de superar sua insegurança.

Naturalmente que você terá que repensar suas técnicas, não “baixando o nível” porque acredito que nunca devemos nivelar por baixo, mas variar as atividades para proporcionar uma prática constante do que foi aprendido.

Despertando o compromisso

Quando o aluno não aprende – salvo raras excessões – é porque não se envolveu com seu aprendizado. Não se dedicou o suficiente, não se interessou em aprender. Despertar neles esse “compromisso” com o aprendizado será também uma parte importante do processo. Não adianta promover prática se eles em casa abandonarem os livros e se dedicarem a esquecer tudo o que foi conquistado a duras penas em classe. Há muitos sites onde são publicados vídeos e exercícios online que farão com que os alunos “estudem” achando que estão jogando ou brincando.

Ajuda extra

Mesmo em classes fracas há alunos que não atingem a média geral. Esses alunos devem ser tratados de forma especial, com ajuda extra na escola ou pela internet, usando msn, email ou Skype. Envie trabalhos a mais para esses alunos, entre todos os dias no msn em determinado horário para resolver suas dúvidas – que talvez não tenham coragem de expor em sala – crie planos de estudo. Traga o aluno até você, ou vá até ele, usando as ferramentas disponíveis e algum tempo extra com cada um.

Conquistas

Replanejando suas aulas e adotando atividades extra tenho certeza de que em breve você estará contando conquistas suas e de seus alunos. Mas acima de tudo, não se desespere: você não está sozinho.

Anúncios

Uma resposta

  1. eu adorei mais tinha que ter muito mais atividade eu quero aprede mais sobre matetica

%d blogueiros gostam disto: