Torne o MSN um aliado

Na hora do intervalo era comum encontrar professores numa rodinha na sala dos professores na escola onde eu dava aulas até 2006 falando mal da internet. Que os alunos aprendiam a escrever errado, que só ficavam no msn e não faziam a tarefa, que com a internet pararam de ler livros.

Quando chamavam os pais para conversar pediam que restringissem o uso da internet, que vigiassem os filhos de perto, que tirassem o computador de seus filhos. As medidas podem ser úteis mas não podemos mais ficar dando murro em ponta de faca. A internet é hoje uma realidade e não adianta nada ficarmos reclamando nem lutar contra ela.

A internet é ágil e por isso nosso aluno precisa de uma aula mais ágil que os alunos de gerações anteriores para lhe prender a atenção. E em vez de ficarmos criando formas de competir com a internet pela atenção dos alunos – o que é uma luta já perdida antes de começar – que tal tirar partido dela para ensinar e manter contato com eles?

Enquanto os outros professores ficavam falando mal da internet eu me conectei com meus alunos por msn e orkut e conversava com eles no horário em que não estava dando aulas. Passava informações que me pediam, ajudava a fazer a tarefa (que fazem com msn ligado) e assim ia fortalecendo nossa ligação ao mesmo tempo em que enviava vídeos e músicas pelo msn para eles.

Eu dava aulas de espanhol naquela escola e muitos alunos eram fãs do RBD, então eu procurava coisas relacionadas a eles na internet (sempre em espanhol) e enviava a eles via msn. Eu tinha 180 alunos na escola e quando saí tive apenas 5 de recuperação, sendo que os 5 conseguiram ser aprovados.

A experiência foi muito positiva, de forma que hoje em dia já na primeira aula passo uma listinha e peço aos alunos para preencherem com seu telefone de casa / trabalho, celular, email e msn. E mesmo os alunos adultos me enviam mensagens quando vão faltar, quando faltam e querem saber qual a matéria dada, e qualquer outra coisa que queiram saber.

Como aprendi nos desenhos animados: se não pode vencê-los, junte-se a eles.

Leia também: Miguxês – o que é isso?

%d blogueiros gostam disto: